Assassina de plantas (com cúmplice)

desenhos-de-arvores-1

Eu nunca escondi. Inclusive, está na minha biografia de todas as minhas redes sociais: sou uma assassina de plantas. Não é de propósito, evidentemente. Mas o fato é que vegetais vivos correm sérios riscos comigo.

É uma soma letal de inabilidade com ignorância que me faz ser, inadvertidamente, um anti-jardim.

Tantas violetas e gérberas cuidei (reguei, adubei, pus no sol, pus na sombra, conversei, implorei, comprei minhocas) inutilmente, que desisti das flores. Nenhuma sobrevive aos meus cuidados

Daí que, há muitos anos, decidi manter comigo apenas as Espadas de São Jorge que havia ganho após minha formatura, para enfeitar minha primeira casa, em Porto Alegre.

Espada de São Jorge, como se sabe, não morre.

As espadas eram três e permaneceram sendo por cerca de 10 anos. Porque eu mantive a planta apenas em água. Ela estava viva, eu estava contente, oras.

Um tempo depois, já morando em Santa Maria, fui dividir apê com uma amiga, que a plantou na terra. Virou uma touceira.

Quando me mudei para meu atual apê, reenvasei as criaturinhas numa floreira enorme.
E a Espada de São Jorge começou a ter sonhos imperialistas de dominação mundial e, agora, estão quase arrebentando a floreira.

WP_20170719_009
O que fazer? Sei lá. Vou deixar explodir, acho…
Também tive uma orquídea, por muitos anos. Só comprei porque o jardineiro disse que era “muito rústica”, aguentava até ventania. “Essa deve ser resistente a mim”, pensei.

Morreu, né? E morreu sem dar flor.

Atualmente, além das Espadas, tenho um vaso com manjericão, que tá durando uns 8 meses. Mas, recentemente, ganhei, via press kits, vasinhos com pimenta, hortelã e erva cidreira.

Ainda não tinha reenvasado, mas estava tudo bem com elas até dias atrás. Foi quando percebi que as plantas tinham diminuído de tamanho. As folhas tinham caído…

Phototastic-19_07_2017_3f5cf3a8-40cc-4064-8d06-87da2b2e58ac
Tudo esbudegado, né?

Juntei, lamentei, aguei e, numa noite, como amante traído, flagrei a causa da desgraça das minhas novas plantinhas: Bombril, a mais pacífica dentre os felinos da casa.
Ela quer salada!

15203152_10208085996775402_406327339649413478_n
Minha cúmplice. Perigosa meliante!

O que eu sirvo pra ela?

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s