Like a virgin (or a newbie) no Exterior

WP_20171010_001.jpg

Não vou fingir costume, gente.

Essa ida para o Canadá será minha primeira viagem internacional de avião e meu primeiro passo fora da América Latina.

Apesar de estar muito tranquila, a viagem envolve certas regras que me preocupam um pouco.

Além do peso das malas (pelamor de Deus, como é fácil juntar 23 quilos de tralha!), há o fato de que os itens que elas contêm podem (e serão) escrutinados pelos agentes de alfândega. Se pá, o passageiro será obrigado a se desfazer de algum pertence suspeito ou cuja entrada é proibida no país a visitar.

Por “suspeito”, entenda:

  • um vidro de perfume
  • um pacote de erva-mate

Há regras, sim. Há soluções, também. Minha agente de viagem me orientou a levar erva-mate embalada à vácuo. Assim, não vou ter de explicar o que é erva. Espero…#Check

Minha cuia e bomba eram muito grandes, então comprei menores. Não foi barato. #Check

Minha mãe me obrigou a inventariar o conteúdo da mala despachada (depois descobri que é um procedimento recomendado pelos viajantes). #MamãeSabeTudo #Check

Dicas do Caio Prezia, quq achei bem úteis)

Suas malas 

• Etiquete as malas por dentro e por fora – nome, endereço, telefone, país de origem, contatos no Brasil e no destino, etc. (inclusive a de mão e laptops).
• Na bolsa feminina grude etiqueta por dentro; etiquete sua filmadora; ou seja, tudo que puder se esquecido e precisa ser encontrado deve ser etiquetado!
• Ponha um identificador que diferencie suas mala das outras para facilitar a localização na esteira do “Baggage Claim” nos aeroportos – seja criativo, faça algo bem personalizado.
• Arrume as malas com capricho, pois elas terão de fechar com facilidade quando provavelmente forem abertas na Alfândega para inspeção.

Franquia de bagagem

Varia entre vôos doméstico, internacionais, conforme a origem e destino da viagem, e também depende das normas próprias de cada companhia aérea e a classe do seu bilhete. Por isso antes decidir sua bagagem, verifique o peso e as dimensões permitidas. Assim como as orientações para levar crianças de colo.

Bagagens não permitidas

Confira com a companhia aérea os itens proibidos na bagagem de mão.

Bagagem de mão
Tudo que for de valor e que não pode ser perdido coloque na bagagem de mão, ou na bolsa feminina, em bolsos bem lacrados de calças cargo, e em pochetes de tecido macio para usar na cintura, por dentro da roupa, junto ao corpo, jamais por fora.

Bolsos de jaqueta não são seguros – você pode tirá-la e esquecê-la! Não arrisque.

O que é de valor? Passaporte, passagens, dinheiro vauchers, câmeras, chaves do cadeado da mala ou outras chaves; jóias, relógios, óculos, remédios e suas receitas.
Remédios: nos sites das embaixadas dos diferentes países você encontrará indicação sobre quais, como e quanto remédio você está autorizado a entrar no país.

Atenção especial para não perder os documentos ou não saber onde estão:
• Procure em papelarias um tipo de envelope de plástico grosso, porém maleável e com fecho de zíper (ou use sua imaginação), e aí coloque: passaporte com os papéis de visto, passagem, cartão de milhagem, e todos os papéis que você receber ao fazer o check-in, que são os comprovantes de bagagem e o cartão de embarque, os quais as atendentes costumam grampear junto. Esse envelope deve estar ao alcance da mão, pois será muito usado nos aeroportos.
• Se ficar em dúvida qual o documento que lhe está sendo pedido, fica fácil entregar o envelope na mão do fiscal.
• Você pode colocar em outro envelope os outros documentos RG, CPF, voucher do seguro de viagem, a sua indispensável agendinha, etc, para evitar papel desnecessário no primeiro envelope. Neste segundo envelope, você colocará os recibos de tudo que comprar no free-shop e também no exterior, já pensando na volta ao Brasil.

Outros itens da bagagem de mão
• Leve sempre uma muda de roupa e um casaco
• Seus óculos, inclusive os escuros.
• Máquina Fotográfica/filmadora
• Monte uma nécessaire com alguns itens básicos e que você deixará bem à mão no avião, na sua bolsa de mão ou mesmo na bolsa da poltrona em frente a você: escova e pasta pequena, colírio, maquiagem mínima, uma amostra de perfume, um desodorante (dentro do tamanho permitido); pastilhas; chicletes grandes e macios que ajudam a aliviar a pressão nos ouvidos na decolagem e na aterrisagem. Aparelho de barbear para os homens mais exigentes.
• Algo para enganar a fome: barra de cereal, chocolate, pacote de castanhas; de batatas fritas; ou de bolachas-aperitivo; barrinhas de banana – tudo lacrado e industrializado.
•  Se for leitor inveterado e insone, leve algo para ler, pois a revista de bordo não será suficiente. Mesmo assim, você pode pedir o jornal para a aeromoça.
• Coloque um guarda-chuva portátil e leve.

Onde colocar a bagagem de mão

Deve ser acomodada sob o assento do passageiro ou nos bagageiros da cabine. Verifique antes da viagem com a companhia aérea o peso e as dimensões e obedeça, pois caso contrário você será obrigado a despachá-la.

Verifique também quais os outros itens autorizados para ir com você na além da bagagem de mão. (ex: sobretudo, manta ou cobertor, cadeira de rodas, muletas, guarda-chuva ou bengala, laptop ou binóculo, material de leitura para a viagem e uma cesta ou equivalente para criança de colo.)

Obs: O DAC determinou que fica proibido o transporte de laptop/palmtop em bagagem despachada. Determinou ainda que os pontos de inspeção para acesso às áreas restritas dos aeroportos no Brasil devem passar o equipamento pelos raios-X, e solicitar ao proprietário que ligue o mesmo, deixando ligado pelo tempo mínimo de 60 segundos. E também alertou que a recusa por parte do passageiro implicará que o equipamento seja tratado como equipamento suspeito, pelo que determinou aos inspetores acionarem os meios disponíveis de segurança do Aeroporto.

Que roupas levar?

Use o bom senso e leve o essencial de roupas  adequadas ao clima da região e da época do ano  em que vai estar no país. Malas demais e pesadas são um desgosto na viagem.

– O ideal é balancear um pouco de cada tipo, mesmo se for no verão não deixe de levar calça comprida e agasalho.
– Leve camisetas para usar por baixo, fáceis de lavar e secar, assim não suja as de cima.
– Meias, cuecas, calcinhas, etc – não ocupam lugar, por isso não economize.
– calças jeans serão sempre um coringa, até nos países frios quando as usamos com roupa térmica por baixo.
– Não exagere em sapatos e tênis – pense bem antes de colocar na mala: quanto menos, mais confortáveis, e adaptáveis a ocasiões sociais diversas, melhor. Leve no pé o sapato que ocupar mais lugar – pode ser um tênis ou uma bota confortável. Nunca leve mais que dois pares de tênis – e que um passe como sapato para usar em certos lugares.
– leve uma reserva de dólares para comprar roupas que se usam no país e apropriadas ao clima e às atividades.

A Roupa da viagem

Use roupas e sapatos confortáveis e elásticos. Evite cintos, fivelas grandes, solas lisas que lhe atrapalharão nas caminhadas pelos corredores dos aeroportos. E que sejam fáceis de tirar e por na hora de usar os minúsculos banheiros dos aviões. Traga um moletom ou casaco na bagagem de mão, pois as aeronaves são sempre geladas.  As calças cargo são irrepreensíveis, pelo conforto e os bolsos seguros com velcro ou zíper.

Comidas

Não traga comidas na bagagem, de mão ou despachada, sem antes conferir nos sites das companhias aéreas e no site oficial do país. As alfândegas são muito rígidas nesse aspecto. E mesmo quando autorizadas (como por ex. certas comidas industrializadas) você deverá declarar que está portando e poderá ter sua bagagem verificada e confiscados os itens proibidos.

Conferindo a bagagem

Confira tudo antes de fechar as malas e sair de casa: uma lista é sempre de grande ajuda, pois depois que se coloca os itens nas malas costuma dar “branco”.
Itens imprescindíveis:
• Passaporte e papéis do(s) visto(s)
• Passagem aérea (com comprovantes de reservas, de hospedagem ou translados)
• Carteira e pochetes (dinheiro, cartão de crédito Internacional, Carteira de  habilitação traduzida ou uma Internacional, cheques de viagem, Vouchers, seguro viagem, etc.).
• Malas e Bagagens (memorize o número total delas incluindo as de mão).

Roubo de bagagem e tráfico de drogas

– Nunca deixe bagagem desacompanhada no aeroporto e, de forma alguma, aceite pedidos para levar encomendas. Se a questão já era complicada, ficou pior depois dos atentados de 11/9.
– Todos os países adotam penalidades extremamente rigorosas de punição ao tráfico de drogas, sendo que alguns países aplicam a pena de morte a casos assim, independentemente do alegado desconhecimento quanto à legislação local.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s