Eu queria ser o Kaysar

Você acompanha o BBB? Não acompanha? Sem problemas.

Eu só quero comentar sobre UMA ÚNICA PESSOA que está nessa 18ª edição: Kaysar.

bbb18-kaysar-arranca-risadas-e-agita-a-web-apos-votacao-662x350
Fotos: TV Globo/Divulgação

 

Aos 28 anos, o sírio nascido em Aleppo vive em Curitiba (PR), há 7 anos. Desde que chegou aqui, seu objetivo é trazer para o Brasil a irmã, que vive no Líbano, e os pais, que ainda resistem sob fogo cruzado na capital síria.

– Eles estão lá, debaixo das bombas, debaixo da guerra. Eu evito falar sobre esse assunto. Perdi muitos amigos, perdi uma namorada, meu tio, minha avó… Perdi muita coisa. Eu saí em 2011 e disse que ia voltar, mas não consegui. Dei a minha palavra e não cumpri. Mas não fui eu que não quis, foi o destino. Acho que se até agora eles estão vivos, é porque tem alguma coisa. É para a gente se encontrar. Deus, Universo e as energias estão preparando uma coisa muito forte para nós – disse o refugiado ao site Purepeople.

A dificuldade para trazê-los não é só financeira. Envolve diplomacia, segurança e uma dose cavalar de fé.

kaysar2_311816_36

Fé que o rapaz demonstra defronte a uma foto da família, no qual revela à mãe o valor de sua poupança para resgatá-la do inferno. Aos colegas de confinamento, distribui pequenas pérolas de alegria diante de qualquer adversidade.

Nesta segunda (5) – enquanto os “brothers e sisters” lamentavam um racionamento de comida (na despensa constavam arroz, feijão, ovo e goiabada) – ele oferecia, alegremente, pedaços do doce aos convivas.

– Mas como que nao tem comida? Tá cheio de comida aqui gente, então pronto. Não tá faltando comida, não! – repetia.

Na primeira semana, depois que uma colega lhe explicara a principal  desvantagem de ser o “Monstro” (um alerta sonoro que anunciava uma prenda irritante a ser paga, a qualquer momento do dia ou da noite), o sírio retrucou:

– “Acordar com o barulho (do Monstro) é melhor do que acordar com as bombas da Síria.”

***

Curiosamente, na casa do BBB 18, despontam desconfianças sobre tamanha gratidão com a vida.

“Ele é esperto”, “Ele sabe o que faz”, “Ele não é tão inocente”.

Eu acho engraçado que os confinados suspeitam disso mas que, provavelmente  acrediteam em muitas alegrias artificiais destacadas no Facebook e no Instagram, por exemplo.

Mas, parafraseando Cartola, não é fácil sonhar nossos sonhos.

O cotidiano nos torna céticos. É preciso entender.

kaysar capture-20180201-135814.png

***

Tõ pedindo voto pro rapaz? Não.

Escrevi tudo isso para dizer que, nos últimos dias, acho que tenho sentido um décimo da alegria que Kaysar parece sentir.

Tudo porque, depois de um pequeno hiato, consegui um emprego. Comecei hoje.

É um trabalho em meio período e estou em termo de experiência de 30 dias. Mas eu me senti tão útil! E isso é muito bom, muito gratificante. Eu estou sendo desafiada em novas tarefas e isso me faz feliz.

Sei que dei meu sorriso mais aberto para cada pessoa que entrou naquela academia hoje, porque eu estava prestes a explodir de felicidade.

E eu quero seguir nessa vibe!

Eu quero fazer a diferença, mesmo que isso, por enquanto, signifique “apenas” sorrir o tempo todo!

Obrigada, Kaysar! Obrigada Mãe Medianeira pela minha família e pelos amigos (reais e virtuais) que seguram minha mão nas incertezas! Bruno, Cíntia, professores: grata pela acolhida.

#VamoMexe

 

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. tania teresinha lopes disse:

    Tatiana amada! O sofrimento faz parte da vida,e nos torna mais fortes! Aonde fores farás a diferença…Não é atoa, filha de quem és !f Pronto, pronto, passou! Foi só uma “provaçãozinha” ! bjos

    Curtido por 1 pessoa

    1. tatipy disse:

      Querida, obrigada pelo apoio de sempre. É muito importante pra mim! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s