Oi, gente! Feliz Ano Novo!

Um bom 2019 pra vocês, queridos! É atrasado, mas é de coração.

Não vou atribuir a minha ausência por aqui a falta de tempo, porque, apesar de ter trabalhado bastante até o final de dezembro, de lá para cá, tive tempo, sim. Inclusive, preparei alguns conteúdos para o blog, mas resolvi aproveitar a semana de recesso (mais a semana de folga) para, realmente, estar de folga.

Minha mãe e minha tia vieram passar o Ano Novo em Brasília, e aproveitei para passear com elas. Tipo turistas, mesmo. Teve amor, passeio, comidinhas de mamãe e colinho de titia. Foi mara.

Vou contar aqui um pouquinho sobre isso,

IMG_20181229_125824_130

Antes de a porta abrir, as lágrimas já estavam penduradas nas minhas pálpebras. Com  a mãe eu falo bastante, mas com a Dinda, falei só uma vez em sete meses. Ela me ligou, chorando de saudade – foi quando eu percebi, de verdade, a falta que ela fazia.

20181229_174421

Cês acreditam que eu nunca tinha caminhado à toa pela Esplanada dos Ministérios? Aproveitei a vinda das meninas para fazer isso, em 30 de dezembro. Era véspera de posse e estava tudo muito agitado por lá. As gurias, apesar de não estarem habituadas a caminhar tanto, toparam o passeio – regado a muita água mineral, porque, em BSB, até quanto está úmido, tem tempo seco. 🙂

mãedinda_catetinho2

Um lugar que foi bem bacana de visitar foi o Catetinho – também chamado Palácio de Tábuas. Foi a primeira residência oficial de Juscelino Kubitschek durante a construção da nova capital federal. O lugar virou um museu, que preserva as características originais da habitação, bem como objetos pessoais do presidente e da equipe que o ajudou nesse sonho.

Cara, JK era um cara corajoso, viu? Nem a pau eu tocaria uma empreitada dessas.

Quem vier a BSB precisa conhecer. A visita é rapidinha: 30 minutos, no máximo, com direita à visita a uma nascente ao lado do Catetinho.

1547405370195130

Aí teve Réveillon em família e posse do presi.

posse

Dias depois, reparamos mais uma vez como Juscelino é uma presença viva nessa cidade, no maravilhoso Memorial JK.

É UM PUTA MUSEU!

Toda a biblioteca do JK está lá, premiações, troféus, fotos, além de conteúdo interativo (Acessível em Braile e em Libras), vídeos, áudios, roupas, além dos restos mortais do presidente.

1547407840331319

Pra ver tudo tranquiinho, é preciso reservar um turno inteiro (pelo menos). Não ficamos esse tempo, mas nos emocionamos muito e agradecemos a Deus pela vida desse caratão excepcional. Valeu, JK! De coração.

Este post está muito longo. Então, vou agendar pra sexta um texto sobre o Vale do Amanhecer. Talkei?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s