Estou bem (ou sob efeito de remédios)

Eu_NOv_2019Estou em tratamento contra a depressão há quase seis meses e posso dizer que… estou bem, obrigada.

Muito bem, aliás. Em alguns momentos, ousaria dizer estar feliz.

É a medicação, né? 

Em estado normal, eu estaria em posição fetal, chorando no tapete do banheiro?
Como se meu corpo coubesse no chão do banheirinho, ainda que no formato de um caracol. HAHAHA.

Deixa eu falar dessa tal felicidade…

Não é que eu esteja exultante. Mas, meses atrás, eu olhava ao meu redor e tudo era escuro, sombrio e assustador.

Não é uma metáfora. Eu perdia a percepção de claridade, como se uma tempestade estivesse sempre a começar.

Era um ambiente bom para dormir, pra sumir, esquecer, sair do ar, perder contato com a realidade.

E eu queria isso. Até que, uma mulher me deixou chorar no ombro dela…

Eu achava que a vida podia ser mais do que trabalhar o dia inteiro e desmaiar de noite.
E depois de chorar desesperadamente no ombro da anja-amiga-Iara, as coisas começaram a mudar. E vêm mudando. E se ajustando.

Busquei médico, terapia. Voltei-me à religião, à prática esportiva, à cultura, aos bons pensamentos, às amizades.

Mas fui demitida. E perdi o plano de saúde.

A terapia foi cancelada e os bons pensamentos caíram por um tempo. Eu fiquei apavorada.

Mas continuei trabalhando e – incrível – minha vida está melhor que antes.
Eu tenho aceitado desafios e desafios vêm se apresentando a mim.

Uns dias são ruins. Mas a maioria dos dias são bons. Estou tentando me reconectar com pessoas de quem me desliguei ao longo da doença; tento pensar antes de falar; tento me colocar no lugar no lugar do outro (em algumas situações é difícil, mas eu tento).

Hoje, faltando poucos dias para o meu 44º aniversário, eu me sinto bem.

Confiante, esperançosa. Sã, salva, forte.

Se sinto isso por causa dos remédios, vou continuar tomando.

2 comentários Adicione o seu

  1. Maria Rita Py Dutra disse:

    Uma bela crônica, Tatiana.
    Acho que ajudas muitos leitores que estão às voltas da depressão. Ès uma grande mulher, pois vencer a depressão, requer coragem e desejo de viver be. Muitas gracias. Beijocas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. tatipy disse:

      Espero que ajude, sim, mãe. Obrigada por acreditar em mim! ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s